Bernie continua a “marcar pontos”.

Bernie Ecclestone faced a fourth day of questioning at the high court.Se alguém tinha dúvidas que Bernie está a ultrapassar  o limite do razoável, a última entrevista que deu à Campaign Asia-Pacific mostra que Bernie já não é parte da solução mas sim o próprio problema.

O discurso, embora já repetido, coloca os fãs de F1 à beira de um ataque de nervos. O octogenário admitiu que não entende nada de redes sociais e que não pretende conhecer, pois está velho demais para isso e como tal não vê a necessidade de usar as redes sociais para atrair mais público. Se não sabe como funciona é normal que assim seja. Mas pior que isso, admitiu que não tem interesse nenhum em atrair jovens para a F1 pois, segundo ele, prefere velhos de 70 anos mas com muito dinheiro. O argumento tem tanto de simples como de absurdo. Se um jovem vê a publicidade à Rolex não poderá comprar o relógio pois não tem dinheiro. Um rico de 70 anos pode.

É este tipo de filosofia que tem guiado a F1 e tem levado a cada vez maior perda de seguidores. Em vez de abrir a modalidade a marcas mais ” acessíveis” para todos, como as marcas de telemóveis, bebidas etc, Bernie  quer tornar a F1 num clube onde apenas os seus amigos são convidados.

 

10811595_10203073083174345_1335119875_nDepois de ver o “todo-poderoso” da F1 a tremer sem soluções para a crise da F1, ouvir agora esta entrevista mostra claramente que Bernie tem de sair. O seu reinado acabou, as suas ideias já estão mais que ultrapassadas e a F1 perder e muito com este tipo de visão. Se um gestor não tem inteligência ou vontade suficiente para pensar a médio / longo prazo das duas uma… Ou não sabe mais,ou apenas está interessado no seu bolso. Os jovens de hoje serão os homens de amanhã e alguns deles os ricos do futuro. Mesmo seguindo a ideia estapafúrdia de apenas apostar em gente rica, é preciso fidelizar a gente rica desde início. E nem isso Bernie parece querer ver. Mas a F1 sempre gerou muito dinheiro, mas a verdadeira base de fãs não é o restrito clube dos milionários. Os fãs somos todos nós que aturamos estas indecências e mesmo assim continuamos a ver as corridas. Os verdadeiros fãs não são os milionários que vêm uma corrida por ano, indo ao circuito apenas para fechar negócios, aparecer na tv e comer caviar. Os verdadeiros fãs são aqueles que como nós, mostram a F1, falam sobre a modalidade, se interessam pelos pilotos, carros pistas e até conseguem atrair de volta pessoas que já não seguiam a competição (não somos ricos mas conseguimos valorizar mais a F1 do que este tipo de discurso… não tens que agradecer Bernie). Nós sim somos a alma da F1. E este senhor que retirar isso.

A tudo isto a McLaren arranjou uma forma elegante e muito boa de responder a Bernie. Esta imagem resume tudo o que é preciso dizer sobre o futuro da F1.

Apenas esperamos que Bernie saia o quanto antes.

 

Fábio Mendes

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.