F1 – Resumo das últimas notícias.

São tantas as notícias, que resolvemos fazer um breve ponto de situação para ficarmos com uma ideia geral do que se passa. Como dizia Jack o Estripador…  vamos por partes:

Marussia não vai a Abu Dhabi

Motor Racing - Formula One World Championship - Japanese Grand Prix - Qualifying Day - Suzuka, Japan
XPB Images

Foi o boato do dia de ontem e pelos vistos até chegou a ser mais que isso. A Marussia tentou a todo o custo encontrar um financiador para ir à última corrida e os membros da equipa estavam prontos para seguir viagem. Mas infelizmente a equipa não conseguiu nenhum acordo e, como tal, não vai poder participar na última corrida do ano. Os rumores da possível compra da equipa mantêm-se, mas de momento não há mais novidades.

 

 

Will Stevens e Kamui Kobayashi  serão os pilotos Caterham para o fim de semana

13
XPB Images

A Caterham já anunciou o Line Up para este fim-de-semana e contará com o japonês Kobayashi, que depois desta época de altos e baixos irá por certo rever se vale a pena continuar na F1 assim, e Will Stevens. O britânico, que milita na World Series by Renault tendo conseguido este ano um 6º lugar, é o piloto escolhido ( ou o que mais terá pago, quem sabe) para rodar na ultima corrida do ano. Stevens não é por certo o mais prometedor dos jovens pilotos do panorama mundial, mas nesta altura para a Caterham isso pouco interessa. Havia dúvidas se conseguiria a Super Licença a tempo mas pelos vistos conseguiu, e seguirá com a equipa para realizar o seu sonho.

 

 

Segurem-se à cadeira… Alonso está fora da Ferrari

GP MONACO F1/2014
24h-lemans.com

Sim,  já todos sabiam disto, mas agora é oficial. Fernando Alonso vai abandonar a Scuderia Ferrari. Depois de tanto tempo a esconder o que já se conhecia, o piloto e a equipa anunciaram oficialmente a separação. Depois de 5 anos, 1186 pontos, 44 pódios e 11 vitórias, Alonso deixa uma casa que não lhe permitiu lutar pelo tão desejado titulo mundial.

O espanhol sai por certo com a sensação de dever cumprido. Fez muito mais pela equipa do que a equipa fez por ele. Sempre lutou com carros inferiores e em alguns casos levou a luta até ao final. Alonso conseguiu disfarçar as debilidades da equipa e se não fosse ele, a crise da Scuderia seria bem maior do que é.

Sai porque já não tinha motivação para continuar numa equipa em constantes mudanças. O espanhol quer o 3º título e sentiu que não seria na Ferrari que o conseguiria. E é conhecido o feitio difícil de Alonso. Não é um piloto fácil de se lidar, e provavelmente isso também terá pesado na decisão da equipa. Ainda assim,  Fernando deixa um belo registo na Ferrari e sai pela porta grande. Os tiffosi vão ter saudades dele certamente.

O  seu destino deverá ser a McLaren, ainda sem saber quem será o seu colega. Volta a uma casa onde não foi feliz e onde viveu um dos piores momentos da sua carreira. A luta com Hamilton foi dura e Alonso bem ao seu estilo, soube tornar as coisas mais difíceis. Chega à McLaren com o rótulo de actual melhor piloto da F1 e a equipa já começou a dar espaço aos homens de confiança do espanhol. Numa jogada do género “ se me querem tem de ser à minha maneira”,  Alonso voltou a mostrar mais uma vez que é tão bom a jogar com a política da F1 como é dentro de um monolugar.

Segurem-se outra vez… Vettel é piloto Ferrari.

F1 Testing in Jerez - Day One
f1fanatic.co.uk

Uma notícia leva à outra. Sebastian Vettel, tetra campeão do mundo vai ser piloto Ferrari pelos próximos 3 anos. Sempre dissemos que achávamos que Seb queria repetir os passos de “Schumi”, o seu grande ídolo, e como tal este passo seria inevitável. Depois de um ano francamente mau, onde foi atropelado pelo sorriso e pela velocidade de Ricciardo, Vettel achou que precisava de um novo desafio.

Perdendo na Red Bull o rótulo de 1º piloto, Seb teria de dar um passo, correndo o risco de ser “esquecido”. Sempre se notou no alemão a grande vontade de provar que de facto é o melhor. Os títulos não lhe chegam. Ele quer unanimidade. E só fazendo o que Schumi fez poderá chegar a essa suposta unanimidade. A forma como corria mesmo quando dominava, mostrava isso mesmo. A vontade de ser reconhecido. E na Red Bull o seu mérito diluía-se com o mérito de Newey. E é um fardo pesado para qualquer piloto, ver a sua valia diminuída pela qualidade do carro.

Na Ferrari, começando do zero, pode mostrar o que realmente vale. Um passo arriscado mas necessário para atingir o que pretende.

Para trás deixa um legado de 38 vitórias, 44 poles,  65 pódios e 4 titulos mundiais. Nada mau.

 

 

 

A EU vai investigar a F1

Motor Racing - Formula One World Championship - United States Grand Prix - Race Day - Austin, USA
XPB Images

Se a crise já era motivo mais que suficiente para preocupações, agora a União Europeia quer investigar o dinheiro da F1. Um desporto que movimenta milhões levanta sempre fortes suspeitas. Um desporto que vai para países menos recomendáveis,  levanta ainda mais (obrigado Bernie). Infelizmente “sabe-se” que na F1 se lava muito dinheiro cuja proveniência nem sequer convém conhecer. Será que esta investigação poderá ser mais um espinho para a modalidade? Esperemos que não, mas pode muito bem tornar-se num caso sério.

 

 

Fábio Mendes

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.