F1: Testes Inverno – Ferrari foi a mais rápida no último dia

10959314_1043699765646885_3355529182274494875_nO último dia dos testes de Inverno em Jerez, em termos de tempo mais rápido, não foi muito diferente dos anteriores, com Kimi Räikkönen a fazer a volta mais rápida do dia (1:20.841). A Mercedes, às mãos de Lewis Hamilton, fez 117 voltas ao traçado. Foi sem  sombra de dúvidas um testes à fiabilidade do novo motor Mercedes.

A Ferrari sai de Jerez com um bom teste à sua nova unidade motriz, que dá boas perspectivas para o ano, não só pelos bons tempos registados com Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen, como também pelos bons resultados dados com a Sauber, já que nos quatro dias de testes, os pilotos da equipa suíça estiveram sempre nos lugares da frente, inclusive ontem, quando Nasr terminou o dia mais rápido que o Ferrari de Kimi. Estamos à espera dos novos testes de Barcelona para ver se a Ferrari acertou no desenvolvimento do motor e chassis.

Lewis Hamilton, com um peão a meio da manhã, conseguiu ser o 3º mais rápido do dia, mas mais importante, terminou o dia com 117 voltas dadas.Foi uma demonstração de força, tal como escrevemos ontem, e se analisarmos os tempos dos quatro dias, vamos notar que tanto Hamilton como Rosberg, sempre estiveram no topo da tabela, pouco abaixo do Ferrari. A equipa alemã nunca impôs um ritmo rápido, esperando, possivelmente, pelos testes de Barcelona.

A Mclaren mais uma vez, teve problemas e Jenson Button apenas deu 35 voltas ao circuito. É normal que na estreia da unidade motriz da Honda, os problemas serem visíveis, aliás, é melhor ser nos testes, que nas corridas. A Mclaren.Honda já se demarcou por um aspecto positivo e falado por todos que estiveram em Jerez: o som do motor é dos melhores que já se ouviu dos 1.6Litros. Como o som não ganha pontos, é bom que a equipa trabalhe bastante para colocar o MP4/30 o melhor possível para a Austrália.

foto: XPB images
foto: XPB images

Um dos aspectos que pouco se fala e que nos parece ser importante de referir, é a pouca rodagem do Red Bull. Ficou este ano vincado, que Jerez e Red Bull não se dão, mas a falta de ritmo mostrada pelo RB11 não é normal. O ano passado os testes de pré-temporada também não correram pelo melhor e o ano até nem correu mal (se tivermos em consideração a hegemonia da Mercedes, o 2º lugar da tabela de construtores não é mau), mas será 2015 igual? Temos dúvidas.

Em Barcelona de 19 a 22 de Fevereiro (1º teste) já podemos ver mais de algumas equipas e retirar algumas dúvidas que ainda temos.

 

Tabela de tempos no ultimo dia:

jerez

Pedro Mendes

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.