F1: Novela Marussia/Manor não tem fim

Parece uma novela mexicana e muito fraca de argumento, o que se passa em torno na ex-Marussia, agora Manor F1. As noticias são contraditórias, num dia dão conta do entusiasmo da equipa em participar no campeonato de 2015, no dia seguinte surgem noticias de que o Grupo Estratégico não aprova o uso do carro de 2014 na nova época.Motor Racing - Formula One World Championship - Japanese Grand Prix - Qualifying Day - Suzuka, Japan

A confusão é tanta que a equipa publicou um comunicado onde dão a conhecer todos os pormenores do problema e declaram-se confiantes na sua participação em 2015.

Todo o processo vem desde Dezembro de 2014, quando a Manor enviou o pedido ao Grupo Estratégico para a utilização do modelo de 2014, com as alterações exigidas para 2015, pedindo apenas a excepção a alguns parâmetros. A resposta foi positiva por parte daquele organismo, tanto para a Manor como para a Caterham, podendo as equipas competir em 2015 com os carros do ano transacto, confirmando a Manor que o seu carro responderia às exigências para este ano.

Desde então, os novos investidores da equipa (que se encontram sob anonimato do público) deram garantias aos corpos dirigentes da F1 e os carros têm sido objecto de muito trabalho, tanto os de 2014, como os novos, que substituirão os “antigos” o mais breve possível. A Manor assegura que já foram contratados novos funcionários para este trabalho urgente e dão novas garantias que estarão presente nas grelhas de partida dos GP´s de 2015.

Graeme Lowdon, representante da Manor, na declaração da equipa no seu site, diz-se surpreso com algumas das noticias que afirmam que o Grupo Estratégico não permitirá o uso dos monolugares de 2014, por apenas ter sido pedido ontem essa utilização dos carros na reunião entre equipa e o Grupo e por pelo pedido pecar de documentação para a dispensa em certos pontos do regulamento.

Torna-se claro, que para além de uma situação débil, a Manor tem sido objecto de noticias que abalam a estrutura. Poderemos ter a equipa a competir em 2015? Uma coisa é certa, se a equipa não competir este ano, o dinheiro ganho pela Marussia em 2014, será dividido pelas restantes 9 equipa.

Podem ler o comunicado da equipa, aqui.

Pedro Mendes

Graeme Lowdon

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.