F1 – Breves

Pilotos de F1 querem pneus mais rápidos em 2017

57f6b-20131231257853pirelli2013ii-384eCom as tão faladas mudanças na aerodinâmica em 2017 colocadas em “banho Maria” e com a Pirelli a afirmar que só com os pneus se consegue ganhar quase 5 seg. por volta, os pilotos tomaram uma decisão…Pressionar o construtor italiano para fazer pneus que permitam andar mais depressa. Os actuais pneus exigem uma gestão cuidadosa dos ritmos por parte dos pilotos, principalmente os mais macios, cuja aderência é maior mas o tempo de vida significativamente mais curto (algo pedido pela FIA). Os pilotos querem pneus que permitam andar no máximo, por mais tempo e vão fazer o que estiver ao alcance para que isso seja uma realidade na próxima época.

Alex Wurz, presidente da GPDA (associação de pilotos) afirmou isso mesmo:

” Os pilotos querem sublinhar de forma clara que eles gostariam que a Pirelli produzisse um pneu mais rápido em curva mantendo a segurança dos mesmos.

Se conseguirmos pneus mais aderentes, teremos pilotos felizes e isso significa desempenho autêntico e honesto e uma melhor publicidade para a modalidade. Isso é o que queremos e , de acordo com o inquérito feito aos fãs é isso que eles esperam.”

 

Cockpits fechados em 2017

Mercedes-1200Outra das exigências que os pilotos estão a fazer neste inicio de época é que se pense numa forma de ter cockpits fechados em 2017. Depois do acidente de Bianchi, o debate foi intenso e Wurz acredita que se possam chegar a uma conclusão positiva para 2017. Os testes feitos até agora são positivos e a ideia tem pernas para andar. São necessárias óbvias mudanças nos chassis mas com um ano de intervalo é possível fazer as alterações necessárias a tempo, segundo o ex piloto.

 

Pat Fry é aquisição de peso na Manor

F1+Grand+Prix+Australia+Practice+3v8jasTpl2_mDepois de Dave Ryan (director de corrida) e Nikolas Tombazis (chefe do departamento aerodinâmico), é a vez de outro nome forte ficar associado a Manor. Pat Fry,  ex-director técnico da Ferrari, será consultor da equipa para este ano. Com mais esta adição parece clara a aposta da Manor em sair da cauda do pelotão. E como o motor Mercedes e a transmissão Williams, pode ser que se esteja a cozinhar uma boa surpresa.

 

 

Nova Chicane em Monza?

12548926_1675073002709632_5715469670228791422_nO projecto visa apenas afectar as corridas de motos, no entanto há já vários desenhos mostrados na net e não se sabe se a ideia pode passar para os carros também. A ideia é colocar uma chicane na Curva Grande e assim poder atrair de novo provas de duas rodas. O projecto tem o custo estimado de 4 milhões e tem ainda de superar varias dificuldades técnicas e burocráticas. A meu ver, Monza é sagrado e não se deve tocar. Está muito bem assim.

 

Ricciardo mais rápido “no molhado”

5Decorreu hoje o teste da Pirelli para rodar os novos pneus de chuva do construtor italiano. McLaren, Ferrari e Red Bull foram as equipas que estiveram de serviço e Ricciardo foi o mais rápido da sessão, mesmo com um problema no seu carro que fez que algumas das suas voltas não fossem cronometradas. Kimi Raikkonen, que foi o piloto Ferrari não gostou dos novos pneus e preferiu rodar com os pneus do ano passado, afirmando no entanto que ainda é cedo para tirar conclusões. Amanhã haverá mais um dia de testes e os pilotos serão Vettel, Kvyat e Vandoorne que repetirá a presença, ele que esteve hoje ao volante do MP4/30 que não se livrou de ficar parado em pista devido a problemas técnicos… força do hábito talvez.

 

  1. Daniel Ricciardo, Red Bull, 1:08.713, 99 voltas
  2. Stoffel Vandoorne, McLaren, 1:09.131, 87 voltas
  3. Kimi Raikkonen, Ferrari, 1:09.637, 99 voltas

 

McLaren desmente rumores

McLaren Alonso Brasil
Foto: Facebook McLaren

Foi notícia este fim de semana que a Honda tinha “encontrado” 220 cv na sua unidade motriz. Os japoneses tem trabalhado 24h por dia para tentar resolver os problemas e tal como a equipa em Woking, abdicaram das ferias de Natal para dar o máximo em prol do projecto. Ainda assim os responsáveis da Honda pediram contenção e que não se acreditasse em todos os rumores que circulam. No ano passado a McLaren tinha um défice de 160Cv para  Mercedes. 220 cv significaria que um passo gigantesco e a forte possibilidade de rodar na frente. Ao colocar agua na fervura a Honda retira pressão (que já não é pouca) e assim tenta jogar pelo seguro. Aquele motor tem certamente de melhorar mas duvidamos que se consiga ganhar mais de 200CV num inverno só. Mas se for verdade…os fãs da McLaren poderão sorrir de novo.

 

Fábio Mendes

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.