Estrada – Koenigsegg One:1 podia já ter batido o recorde em Nürburgring Nordschleife

Desde que o Lamborghini Huracán Performante bateu o recorde de tempo por volta para carros de produção no famoso Inferno Verde na Alemanha, que todas as marcas de automóveis se sentiram “atacadas”. Por isso o recorde não deve durar muito tempo, porque já deve haver alguma evolução de algum modelo a ser preparado em segredo para superar o recorde do Lamborghini. Depois do recorde validado, o Sr. Christian Von Koenigsegg, foi o primeiro a falar, dizendo que o seu Koenigsegg One:1 era capaz de bater esse recorde sem dificuldade nenhuma.

Quem não conhece o Sr. Christian Von Koenigsegg, ele é o dono e criador da marca Koenigsegg, uma pequena marca da Suécia, que de pequena só tem a produção de automóveis, em número muito limitado de exemplares. De resto é tudo em grande, grandes automóveis, com grandes preços, com grandes níveis de potência e com muita tecnologia e aerodinâmica. Desde 2002, quando entregou o seu primeiro modelo, o CC8S, que a Koenigsegg começou a figurar entre os grandes construtores de supercarros e a ser uma “dor de cabeça” para marcas como a Ferrari e outras do mesmo segmento.

Voltando ao tema inicial, o Sr. Christian disse que o seu modelo, o One:1, só não foi capaz de fixar um tempo em Nürburgring, porque nas voltas de preparação para a volta rápida, o carro teve um gravíssimo acidente e ficou muito danificado (podem ver o resultado do acidente no segundo vídeo em baixo). Nós acreditamos que é possível, já que o Koenigsegg One:1 tem 1360Cv de potência e 1360Kg de peso, ou seja, tem uma relação peso/potência perfeita, pois um 1Cv de potência apenas tem de puxar 1Kg de peso. E com uma velocidade máxima anunciada de 454Km/h e com os 0-100Km/h anunciados de 2.8s, este modelo tem tudo para bater todos os recordes em todo o lado.

O único problema de realizar uma nova tentativa é por este modelo ser um modelo de produção muito limitado, com poucas unidades disponíveis para estas andanças, pois já foram todas vendidas. O modelo utilizado da primeira vez, era de um grande amigo do Sr. Von Koenigsegg e que desde o acidente ainda está a ser reparado.

Por isso para uma nova tentativa, é preciso que o seu amigo, quando tiver o carro arranjado, o queira voltar a disponibilizar. Nós adoraríamos que isso acontecesse, para dissipar todas as dúvidas e vermos mais uns recordes a serem quebrados. Vamos esperar para ver….

Fiquem com as declarações do Sr. Christian Von Koenigsegg durante o Salão de Genebra:

“Durante as voltas de preparação com o One:1 estivemos sempre abaixo dos sete minutos. Verdade. E eram voltas de lazer. Todos os que o conduziram o disseram que, se fossemos ao máximo, este era carro para [uma volta em] 6 minutos e 40 segundos. Depois tivemos aquela estúpida falha de ABS e nunca pudemos comprovar”

“As voltas de preparação nem foram feitas com a potência máxima, foi limitada a 900CV, que são menos 460CV. Mas isso são apenas três a quatro segundos por volta. O tempo vai passando. O One:1 pertencia a um grande amigo meu e agora estamos a repará-lo para ele. Tenho de lhe perguntar”.

Fonte: turbo.pt

Flat Out. Boas Curvas

Fábio Guedes

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.