DTM – SuperGT vão mostrar-se aos alemães

Com a saída da Mercedes, a ITR está a dar passos para avançar com a ideia já antiga de se juntar aos SuperGT e fazer assim uma categoria de nível mundial. As primeiras reacções ao rumores não foram as mais positivas mas os últimos tempos têm trazido movimentações interessantes e esta demonstração é outro sinal

Um Lexus e um Nissan GT-R estarão em pista no circuito de Hockenheim, na ronda final do DTM e Gerhard Berger, chefe do DTM, admitiu mesmo que este é um passo para a formação da tão falada Class One. Assim A BMW e a Audi, que mantêm as equipas de DTM, poderão receber a companhia da Nissan, Lexus e Honda numa competição que ganhará um formato mais mundial.

Até aqui tudo bem e são boas notícias. O que salta à vista assim é que o acordo entre DTM e Super GT está a avançar favoravelmente e assim pode ser o WTCC a ficar pendurado. Até porque houve tentativas de associar a Class One ao WTCC, o que muitos consideraram a escolha errada pois se o problema do actual formato são os custos, o formato Class One iria aumentar ainda mais as exigências monetárias e os privados ficariam postos de parte. Se a Class One avançar, o WTCC tem de encontrar um formato que vá de encontro ao TCR (ou passar a usar mesmo o TCR) ou tentar os eléctricos. Uma encruzilhada complicada de resolver. No que diz respeito ao DTM, os responsáveis estão a trabalhar de forma positiva e imaginar a Class One faz sorrir.

 

 

 

Fábio Mendes

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.