Novo Mercedes-Benz Classe A: Luxo em ponto pequeno

Depois do sucesso que foi a geração passada do Classe A, a Mercedes decidiu renovar quase por completo o seu carro mais vendido. Graças à geração anterior do Classe A, CLA e GLA, a marca da estrela aumentou em muito as suas vendas e os seus lucros. A idade média dos compradores da marca também desceu e com estes produtos, a Mercedes tornou-se numa escolha para a população mais jovem no mercado automóvel, o que não acontecia antes.

Passando agora à nova geração do pequeno A, a Mercedes aumentou o espaço a bordo para os ocupantes, com as medidas a aumentar em 3 cm na distância entre eixos, em 12 cm no comprimento, em 1 cm da altura e em 2 cm na largura. Com isto os passageiros viajam mais confortáveis, com mais espaço para os ombros e cabeça, e a mala aumentou agora para os 370 litros de capacidade.

No interior a maior mudança reside no tablier, onde tudo foi mudado de cima a baixo. A Mercedes equipou o Classe A com o mesmo tablier que os seus irmãos mais velhos, com os mostradores a serem écrans digitais. O tamanho pode variar desde das 7 polegadas até às 10,25 polegadas, o mesmo tamanho que por exemplo o Classe S tem. Assim o tablier fica com menos botões e com a superfície mais lisa e com um ar muito mais moderno.

No exterior o novo Classe A tem muitas parecenças com o novo CLS. Os faróis, a grelha frontal, as arestas e as linhas do design são quase iguais. Na traseira as óticas e o para-choques também foram redesenhados.

A Mercedes também mexeu nos motores para este novo Classe A. Os motores 180d e o 250 foram revistos, estando agora aptos a cumprir as novas normas de emissões e a passarem nos novos testes de WLTP e RDE. Com esta revisão o motor diesel 180d de origem Renault viu a potência subir dos 109 cv para os 116 cv e as emissões a ficarem nas 108 g/km. A Mercedes anuncia um consumo de 4,1 litros para este motor.

Já o motor 250 a gasolina viu a potência subir dos 218 cv para os 224 cv. Da parceria com a Renault, a marca alemã vai equipar este novo Classe A com uma nova motorização a gasolina, a 200 terá um motor 1.3L de cilindrada com 4 cilindros e uma potência de 163 cv, com sistema de desativação de dois cilindros quando a carga no acelerador for baixa.

Para mais tarde fica o potente A45 AMG que segundo os rumores terá uma potência a rondar os 400 cv e haverá também uma nova versão, a A35 AMG que terá um motor semi-híbrido e uma potência a rondar os 300 cv.

Este novo Mercedes-Benz Classe A conta também com todos os sistemas de ajudas na condução que existem nos modelos acima na gama e conta ainda com o Intelligent Drive, herdado diretamente do Classe S e que permite uma condução quase semi-autónoma. Com isto tudo a Mercedes deu uma nova vida ao seu best-seller que promete assim continuar a dominar o mercado no seu segmento.

Fonte: Mercedes-Benz / Razão Automóvel

Flat Out. Boas Curvas

Anúncios

Um pensamento sobre “Novo Mercedes-Benz Classe A: Luxo em ponto pequeno

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.