CAVR enfrenta com grande optimismo os próximos desafios

No passado fim de semana decorreu a Acção de Formação para directores de prova e comissários, organizada pela FPAK, em conjunto com o CAVR. Foi motivo para voltarmos a falar com os responsáveis do CAVR, neste caso Felipe Lisboa e Tiago Fernandes.

Tiago Fernandes afirmou que a formação interna do clube continua assegurada e acontece semanalmente em reuniões onde são analisados os cadernos de encargos dos promotores das provas a realizar. A formação que decorreu no fim de semana era distinta, por ser credenciada e  pela presença de grandes figuras de inegável qualidade como Eduardo Freitas e Rui Marques e, obviamente uma mais valia para todos os que nela participaram.

Quando questionados sobre qual das provas (Vila Real ou Montalegre) é a mais desafiante de organizar, Tiago Fernandes não quis individualizar, até por serem provas com características diferentes. Felipe Lisboa realçou no entanto o nível de exigência cada vez maior do WRX, em que todos os pormenores são tidos em conta: “Estamos a chegar a um nível semelhante ao da F1 ao nível de exigências organizativas e desportivas”.


Leia também

WRX – MontalegreRX apresentado

Foto: omsrallyphotos/Ricardo Soares

 


Foi destacado também o esforço do município de Montalegre em investir e dotar as estruturas com as condições necessárias para a manutenção de uma prova deste nível: “Estamos a falar de uma pista que estará ao nível das melhores do calendário do WRX. O investimento será progressivo até ao final do acordo que está assinado entre as partes envolvidas e pretenderá melhorar desde bancadas a infraestruturas médicas, e este trabalho de melhoramento significativo será visível dentro de 2 /3 anos”.

 

O facto do WRX ser um campeonato cada vez mais popular e que começa a ser visto com cada vez mais interesse, o que poderia colocar em causa a permanência da competição no nosso país, não assusta os responsáveis:

“A Eslovénia tem como desporto rei o ralicross, assim como na Letónia. São provas que têm um nível de apoio considerável até pelas entidades oficiais locais. Portugal é um país que vive para o futebol mas o CAVR, em conjunto com o município de Montalegre, conseguiu com parcos recursos um nível que permite encarar o futuro com confiança. Dada a nossa proximidade com Espanha, por certo veremos cada vez mais fãs portugueses e espanhóis a partilhar a mesma paixão. Com a afluência de público dos dois lados da fronteira podemos esperar ser uma das provas com mais público do campeonato.”

 

 

Em relação a Vila Real, os representantes do CAVR destacaram o grande desafio que é receber uma competição nova, com mais carros em pista e com outro tipo de desafios, algo que será trabalhado também ao pormenor com a câmara municipal de Vila Real e a APCIVR. Para já o foco está a 100% no WRX, prova que se aproxima a passos largos, onde mais uma vez poderemos ver os melhores do mundo no nosso país. Para ambas, o CAVR promete o mesmo… trabalho, dedicação e o nível de excelência habitual.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.