Estrada/Ensaio – Ford Focus SW 1.0 EcoBoost 125 cv Titanium

Nós, no Chicane tentamos sempre trazer-vos conteúdos novos. Como ainda não ganhamos o nosso pão a falar de carros, nem sempre temos tempo ou meios para fazer o que imaginamos ou gostaríamos.

Mas tentado fazer sempre o que nos é possível da melhor forma que sabemos, vamos tentando mostra-vos o melhor da competição automóvel e do mercado automóvel. Uma ideia já antiga e que fomos sempre adiando, foi a de fazermos ensaios à séria aos automóveis que vão saindo para o mercado.

Depois do contacto que tive com os profissionais do meio fiquei a entender que alguns dos carros que foram emprestados para ensaios tiveram alguns… percalços digamos assim, pelo que as marcas não vêm com bons olhos emprestarem as suas máquinas para levarem um tratamento mais bruto, que a moça das 50 Sombras de Grey. Senhores e senhoras das várias marcas… Nós somos meigos e tratamos bem as máquinas.

À falta de outras soluções resolvemos testar um dos nossos carros. E como no grupo há duas carrinhas Focus, faz sentido falar um pouco delas. Neste caso da minha, uma Focus SW Titanium de novembro do ano passado …

Exterior

A geração atual do Ford Focus apesar de já contar com alguns anos de vida (a nova geração chegará no fim deste ano ao mercado), ainda continua a ter umas linhas muito bonitas e atuais. Especialmente nesta versão Titanium, a frente é toda ela dominada pela grande grelha cromada, a fazer lembrar a Aston Martin e que dá um ar bem agressivo e feroz.

Ainda na dianteira da carrinha contamos com umas luzes diurnas em LED, e como esta Focus SW está equipada com o Pack Travel Titanium, tem também uns faróis Bi-Xenon adaptativos, que sempre que mexemos o volante, os faróis acompanham o movimento, e por isso temos sempre muita luz em todos os cantos da estrada, sempre que viajamos à noite.

IMG_5958

Passando para a lateral, a Focus SW conta com umas linhas bem vincadas, com umas barras do tejadilho em cromado (extra por 82,64€) e mais uma vez, o friso entre o vidro e a porta é também ele em cromado, que na minha opinião combina muito bem com esta cor azul escura brilhante e metalizada, apelidada de Deep Impact Blue (extra por 413,22€). Esta carrinha traz ainda umas bonitas jantes de 17″, de cinco raios duplos em cinzento. Os retrovisores exteriores são elétricos, rebatíveis e aquecidos.

Na parte traseira, contamos também com umas luzes em LED e o para-choques é em plástico escuro. No geral esta Focus tem uma imagem muito agradável, especialmente à frente e na lateral, onde a grelha cromada e as linhas fluídas e vincadas se destacam e dão sempre vontade de ficar a contemplar, sempre que saímos do seu interior. Eu gosto… foi por isso que a comprei!

IMG_5960

Interior (parte da frente)

Para entrarmos para o interior desta Ford Focus SW nem precisamos de tirar o comando do bolso, pois o sistema Ford KeyFree, tranca e destranca o carro bastando ter a mão no puxador da porta. Um sistema muito bom, por exemplo, para as mulheres que tem sempre as malas cujo interior é uma dimensão à parte, uma espécie de Nárnia ambulante. O banco tem muita regulação (manual), e o volante conta com regulação em altura e em profundidade.

O que me faz confusão é o porquê de o banco do passageiro não ter regulação em altura e a roda que controla a regulação das costas dos bancos dianteiros, estar tão atrás, mas tão atrás, que tive de contratar uma contorcionista russa para regular o banco à minha namorada. Ela não gostou. Mas não se entende esta colocação da roda.

IMG_4953

O tablier é construído numa espécie de plástico aborrachado, muito bom de toque, com uma excelente construção e sem ruídos parasitas. Esse material está também presente na parte de cima das portas. Quando começamos a baixar em direção ao chão, os materiais começam a ser de menor qualidade, com os plásticos duros a dominar a cena. Mas é algo comum a todas as carrinhas neste segmento, até em algumas de marca mais premium e mais caras.

Há bastantes compartimentos disponíveis para arrumar os objectos, as laterais das portas têm um espaço razoável (podia ser maior), na consola central há espaço para arrumar um telemóvel ou uma carteira logo abaixo do ar condicionado. Há também um compartimento que serve de porta-copos, que se pode fechar, entre a caixa de velocidades e o apoio de braços. Esse apoio de braços forrado a pele e deslizante, conta também com algum espaço de arrumação. O porta luvas é de tamanho razoável. Espaço suficiente para perder umas chaves e estar meia hora à procura.

O volante é forrado a pele, juntamente com o manípulo da caixa de velocidades e o travão de mão, dando assim um toque mais premium e mais agradável. O quadrante não é digital, como está na moda agora, mas é igualmente muito bom. Os ponteiros em azul néon, contrastam muito bem com a luz branca do fundo. Existe ainda um pequeno ecrã digital a meio do quadrante, onde temos acesso à informação referente aos consumos, distância percorrida, combustível gasto, entre outras informações.

Interior (parte de trás e bagageira)

Como é uma carrinha, claro está, tem que ter espaço em abundância para os ocupantes dos bancos de trás e uma boa mala. Os bancos de trás são também muito confortáveis e incluem ISOFIX. O espaço atrás é suficiente para estar à vontade e até podemos cruzar a perninha à patrão.

IMG_6103

Passando para a mala, esta Focus SW Titanium conta com 476 litros de capacidade ou 1502 litros se rebatermos os bancos traseiros (não é a maior da sua classe). Peca apenas por ter poucos pontos de fixação da carga (apenas 4 argolas, uma em cada ponta da mala) e não ter um fundo falso.

Em resumo, os 4,56 metros de comprimento desta Ford Focus estão muito bem aproveitados, com muito espaço a bordo e com uma bagageira com espaço mais do que suficiente para o dia-a-dia de uma pequena família.

IMG_6101

Infotainment e Tecnologia

O sistema multimédia da Ford é muito bom. Esta Focus traz o sistema SYNC 3, com um ecrã tátil de 8″ e inclui GPS, Bluetooth, comandos por voz, Apple CarPlay, Android Auto, AppLink, chamadas mãos-livres, mensagens de texto audíveis e assistência de emergência (liga automaticamente para o 112 mal detete um embate ou o rebentamento de um airbag, uma funcionalidade que espero não vir a testar).

O GPS é muito bom, pois podemos pesquisar tudo o que quisermos nos diversos menus disponíveis. Basta escolher o menu e aparece todas as lojas e serviços que existem à nossa volta.

IMG_6060

Se utilizarmos os comandos por voz, basta pressionar o botão e dizermos “Tenho fome”, “Preciso de combustível”, “Preciso de estacionar” ou “Encontrar um endereço”, e automaticamente o SYNC 3 procura o queremos na nossa proximidade. Funciona bem, com rapidez e na grande maioria das vezes, o sistema percebe bem o que estamos a dizer. Como se sabe nos comandos de voz há sempre alguma confusão e o “Tenho fome” pode levar-nos a uma casa de fama duvidosa. Mas faz parte.

O ecrã de 8 polegadas é rápido a reagir e a passar de menus. Na minha opinião peca só por as cores serem pouco vivas) e pelo o grafismo do sistema GPS não ser dos mais atuais e modernos.

IMG_6061

Há duas entradas USB, uma abaixo do ar-condicionado automático bi-zona e uma dentro do apoio de braço, que conta com uma pequena ranhura, para por exemplo sair o cabo do telemóvel sem o danificar, quando se fecha o compartimento.

Como esta Focus Titanium vem equipada com o Pack Travel Titanium, inclui ainda uma câmara de marcha-atrás, um de sistema de som da Sony com 9 colunas (duas em cada porta e uma no topo no tablier, que dão uns bons graves) e um sistema de estacionamento automático (entra e sai de um lugar em paralelo ou em perpendicular).

Motor

O motor que equipa esta Focus é o pequeno, mas pujante, motor 1.0L de cilindrada Turbo de apenas 3 cilindros, com 125 cv de potência às 6.000 rpm e 170 Nm de binário entre as 1.400 e as 4.500 rpm, acoplado a uma caixa manual de 6 velocidades. Pode parecer pequeno mas este motor, vencedor por 5 vezes do prémio “Internacional Engine of the Year” na categoria Sub-1 Litro, aguenta bem com os 1.316 kg de peso desta Focus SW.

Apesar de ser um 3 cilindros, o motor é bastante silencioso, com um trabalhar muito suave. Só se nota o típico trabalhar destes motores, a partir das 4.000/5.000 rpm até ao corte. Conduz-se de forma muito suave e os 170 Nm apesar de parecerem pouco, chegam bem para as “encomendas”..

IMG_5016

Há sempre força disponível, só quando deixamos cair as rotações para baixo das 2.000 rpm, é que precisamos dar uso à caixa para animar o bicho.

É uma excelente alternativa aos motores diesel, para quem não faz muitos quilómetros durante o ano. Rápido q.b., despachado, desenvolve bem, suave e silencioso. E com este motor pagamos apenas 100€, mais coisa menos coisa, de IUC.

Prestações e Consumos

A Ford anuncia uma velocidade máxima de 193 km/h para esta Focus SW EcoBoost, e eu já pude comprovar que consegue chegar aos 190 km/h com alguma facilidade (claro que não era eu que ia ao volante e que isto foi testado na “autobahn” da Alemanha e não aqui no nosso país). A aceleração dos 0-100 km/h é feita segunda a marca em 11,2 segundos.

Já os consumos, bem isso depende da força que fizermos com o pé direito. No meu caso, em auto-estrada a 120 km/h com o cruise control ligado e dependendo da carga que vá a bordo, os consumos rondam os 5,8 a 6,2 l/100 km. Já numa utilização em cidade, com deslocações curtas, os consumos podem subir dos 6,5 até aos 7 l/100 km.

Sensações ao Volante

Quem diz que a Ford não sabe fazer carros que não curvem bem não tem juízo. Já conduzi alguns carros de várias marcas e este chassis recomenda-se. Até mesmo em estradas sinuosas e com curvas apertadas, basta apontar a frente e ela segue como se fosse em carris. Faz curvas apertadas a velocidades bem elevadas com uma segurança notável. Nunca ficamos com aquela sensação de que entrámos depressa demais e que pode correr mal. Mas fica o aviso que pode. Só para não exagerarem.

IMG_5957

É um excelente chassis, que transmite muita segurança e permite alguns abusos. A direção é direta, com muito feeling, sentimos bem o que as rodas dianteiras fazem.

A suspensão é muito confortável, absorve bem os impactos dos buracos. Em estradas de paralelo, a vibração é pouca dentro do habitáculo. Os travões são também muito bons e potentes (travão de disco nas 4 rodas).

O que me irrita um pouco é o sistema de arranque em subidas, que ao segurar a carrinha por nós nas subidas, quando queremos arrancar, demora um pouco a libertar-nos.

Equipamento (Série e Extras)

Série: Airbags frontais e laterais dianteiros, airbags de cabeça traseiros, sistema de anti-bloqueio de travões (ABS), controlo eletrónico de estabilidade (ESP), controlo de tração, distribuição da força de travagem, sistema de controlo em curva, sensor da pressão dos pneus, sistema de paragem e arranque automáticos do motor “Stop/Start”, sensores de chuva e luz, cruise control com limitador de velocidade, direção assistida elétrica, luzes de condução diurnas LED, faróis de nevoeiro, vidros dianteiros e traseiros elétricos, volante multifunções em pele regulável em altura e profundidade, arranque do motor por botão, computador de bordo, jantes de liga leve de 16 polegadas, a/c automático bi-zona, sistema KeyFree, luzes de cortesia LED, vidros traseiros escurecidos, sensores de estacionamento à frente e atrás, embaladeiras com acabamento em alumínio e logótipo Ford, rádio CD com 6 colunas, Bluetooth e USB.

Extras da unidade ensaiada: Cor Azul Deep Impact Blue (413,22€), pneu suplente mini (82,64€), barras do tejadilho silver (82,64€), Pack Fumador (isqueiro e cinzeiro – 16,53€), Pack Travel Titanium (sistema SYNC 3, sistema de som Sony Premium com 9 colunas, jantes de 17 polegadas, faróis Bi-Xenon adaptativos, câmara de visão traseira, sistema de estacionamento automático, retrovisores exteriores aquecidos e recolhíveis – 1.528,93€), Ford Protect 100% (7 anos de garantia/100.000 km – 240€).

Veredito Final

Gosto

  • Motor EcoBoost
  • Imagem/Design
  • Comportamento em estrada
  • Sistema Multimédia SYNC 3
  • Espaço a bordo

Gosto Menos (é a minha carrinha, não ia por uma secção “não gosto”)

  • Consumos em cidade
  • Alguns gráficos e cores do sistema SYNC 3
  • Falta de luz de cortesia nos lugares traseiros

 

Um aparte final …

Esta foi a nossa primeira tentativa de fazer um ensaio/review a um automóvel à séria, por isso ainda tem alguns aspetos a melhorar e a corrigir. Iremos tentar continuar com esta nova rubrica aqui na Chicane, mas para isso é preciso conseguir os carros para testar. Vamos tentar junto de quem nos pode fornecer isso. Pode demorar mas vamos tentar tudo o que podermos.

Se gostaram ou se não gostarem desta nova rubrica, digam nos comentários. Digam o que pode melhorar ou o que está bem. Partilhem connosco as vossas opiniões, pois elas são muito importantes para nós continuarmos a crescer. E mais importante ainda, partilhem com toda a gente este nosso artigo.

Flat Out. Boas Curvas

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.