TCR – O estranho caso do BoP

O que há de errado nas séries de TCR? Para responder, podemos começar pelo que há de bom neste conceito.

Há muitos carros e pilotos, exceptuando alguns casos específicos, mas no geral os modelos têm uma aceitação bastante positiva. Basta ver o caso do TCR UK, que tem um adversário de peso (BTCC) e ainda assim consegue ter uma grelha de cerca de 8 a 10 carros em cada corrida.

TCR Europe Circuit Paul Ricard, Castellet 4 - 6 May 2018

Obviamente, tendo um bom número de carros/pilotos nas grelhas, isso vai originar boas disputas em pista, logo vai ter adeptos que seguirão a par e passo as séries. Às vezes, são tantas as disputas que originam muitas desistências, como no caso do primeiro fim de semana do TCR Europe. Os 3 pilotos portugueses saíram todos com “mazelas” nos carros e até entre colegas de equipa, vimos trocas de mimos. É bom para o espectáculo, não tão bom para os orçamentos muitas vezes diminutos.

Chegamos à parte menos boa do TCR actual. E a resposta à nossa pergunta inicial, será a mesma do extinto WTCC, do actual WEC e da maioria das competições automóvel do planeta. O BoP! Esse monstro quase mítico que nunca agrada a gregos e muito menos a troianos.

De fim de semana para fim de semana, lemos que o BoP tem de ser alterado (mesmo já tendo sido na semana passada) e mesmo que isso aconteça, não é suficiente.

31496369_10156412851198086_337385508055285760_n

A WRT (Audi) avisou que não basta baixar a altura ao solo de todos os modelos com caixa sequencial (menos os carros da Hyundai e da Honda) para serem competitivos contra o poderio que o i30 N TCR e o Civic TCR demonstram em pista. Em Paul Ricard, o Audi de Jean-Karl Vernay, por exemplo, conseguiu melhorar alguns décimos de segundo graças à revisão do BoP, mas ainda assim, segundo o francês, perdiam segundos frente aos i30.

Mesmo a JAS, em declarações ao TouringCarTimes.com, afirma que o Civic de Josh Files  andou a seis décimos de segundo do melhor tempo da qualificação. Isso é demonstrativo que o BoP não agrada mesmo a ninguém.

Então qual será a melhor maneira de balancear todos os TCR? Teremos os carros da Hyundai tão fortes, que poderá acontecer-lhes o que acontecia aos Citroën no WTCC. Podiam carregar mais quilos que todos os outros, que continuavam mais rápidos.

Resolverá o problema os pesos de compensação? Colocar mais peso para além do revisto pelo BoP, conforme os resultados nas diversas séries, pode aumentar a discussão pelas vitórias?

No nosso entender (não entendemos nada disto!), sem pensar nos pesos de compensação, o BoP deveria sofrer nova alteração. Todos os modelos com caixa sequencial, excepto os Honda e Hyundai, com 60mm de altura ao solo (actualmente estão a 70mm); os Civic FK8 TCR (o modelo 2018) deveriam ter um peso de BoP de 0Kg (têm agora -20Kg) e aumentarem a potência do motor para 100% (actualmente estão restringidos a 97.5%); para os i30 N TCR, baixar a potência do motor para 97.5% (actualmente é 100%) e com 10kg de peso (actualmente não carregam peso); os Cupra TCR deveriam poder aumentar a potência do motor para 102.5% (actualmente 100%) e os Peugeot 308 TCR deveriam passar a ter -30Kg de peso de BoP (actualmente carregam -20Kg e uma potência de motor de 102.5%). Os Audi RS3 LMS, como são comprovadamente muito rápidos, deveriam baixar a potência do motor para 97.5%, mas ser-lhes retirado os 10Kg de peso extra.

Este é um tema que fará sempre parte da discussão entre marcas, equipas e até pilotos, mas a verdade é só uma: mais vale falar mal, que não falar! Marcello Lotti, o CEO da WSC, que detém os direitos do TCR, é peremptório a afirmar que se o BoP é discutido com tanta paixão pelos intervenientes, é porque estão interessados nos campeonatos, senão não queriam saber deste facto.

Será que todos concordamos com esta afirmação?

 

foto de capa: Paulo Maria/DPPI
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.