CPVC + 1300 – Resumo das corridas

Corrida 1

João Macedo e Silva (Porsche 911 RSR) partiu bem, surpreendeu Joaquim Jorge (Ford Escort RS1600), mas o mesmo não fez a Carlos Vieira (Ford Escort RSR), que ficava na frente da corrida. Os H75, naturalmente a comandarem.

Durante o restante da prova Carlos Vieira aguentava Macedo e Silva no segundo posto, Joaquim Jorge era terceiro, com os Ford Escort de Rui Azevedo e Rui Laves à espreita para subirem uma posição.

Nos H71 mais uma vez a luta dos Lotus Elan a prometer e a cumprir, se bem que com o desenrolar da prova, Joaquim Soares fosse ganhando vantagem, sobre Filipe Matias. O terceiro posto dos H71 foi posse de Paulo Lima (Alfa- Romeo 1750 GTAm).

Rómulo Mineiro (Ford Escort RS1600) acabou por ter uma prova descansada, no Grupo 5 que venceu. A oposição foi de Pedro Botelho (Austin Mini Cooper S) e de José Castro (VW 1302s).

Fernando Xavier é um dos homens que nos habituamos a ver na frente dos H81 e hoje não foi excepção. Venceu confortável, pois a oposição foi de Paulo Duarte (VW Golf GTI).

Pedro Serrador (BMW 323i) foi o melhor do Grupo 1.
Carlos Vieira assinou a melhor volta de corrida, com 1m 25,141s.

Clássicos 1300

Nos 1300 Bruno Pires (Datsun 1200) “furava” pelos buracos disponíveis e ganhava posições a “cortar” pela relva. Entretanto Luís Alegria (Datsun 1200) ia para a frente da corrida.

Alegria comandava, era simultaneamente o melhor H75. Logo atrás trazia Datsun 1200 de Carlos Cruz, que era o melhor H71, seguido de perto por Filipe Nogueira (Morris Mini 1275 GT).

José Fafiães (MG Midget) foi quarto classificado, à frente de Bruno Pires (Datsun 1200), Fernando Charais (Datsun 120Y), segundo H75 e Filipe Nogueira (Datsun 1200) melhor Grupo 1.

NunOrganistA-42

Corrida 2

Apesar dos esforços de Carlos Vieira, o Ford Escort RS1600 não foi argumento suficiente para manter o Porsche 911 RSR de João Macedo e Silva no segundo posto. Mesmo assim a luta foi bem interessante e Vieira estava apostado em não facilitar em nada e assim foi durante toda a corrida. No final duas décimas separaram-nos.

Joaquim Jorge comandava um segundo grupo, todos Ford Escort´s, todos H75, a que se juntavam Rui Costa e Rui Azevedo.

Nos H71 Joaquim Soares (Lotus Elan) conseguia terminar com um pouco mais de folga, sobre Filipe Matias, também em Lotus Elan, que seria segundo.

No Grupo 5, Rómulo Mineiro (Ford Escort RS2000) repetia a graça da corrida anterior e vencia mais uma vez. José Castro (VW 1302s) era segundo.

Pedro Serrador (BMW 323i) não teve vida fácil, pois João Cruz (BMW 323i) andava por perto, na luta pelo Grupo 1.

Clássicos 1300

Filipe Nogueira (Morris 1275 GT) venceu e simultaneamente foi o melhor H71, depois de uma corrida marcada por um “volte face”.

Expliquemos: Bruno Pires (Datsun 1200) começou na frente, Carlos Cruz (Datsun 1200) estava apostado em passar para primeiro e como toda a gente estava a rodar muito próxima, os toques forma invitáveis.

Filipe Nogueira passou incólume pelo meio das coisas e acabou por ganhar e ser o primeiro dos H71, seguido por Pires e Cruz.

Luís Alegria, que se queixava de que não tinha o Datsun 1200 bem adaptado ao seu estilo de condução, conseguia o quarto posto e vencia nos H75.

Paulo Miguel sentiu problemas de bateria no MG Midget e não pode ir além do quinto posto.

Filipe Ferreira (Datsun 1200) foi quinto e venceu o Grupo 1.

 

Fotos: Nuno Organista

Press Info
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.