KIB quer revitalizar o Circuito Vasco Sameiro

Durante o dia de ontem de provas do Racing Weekend em Braga, os dirigentes do KIB, organização que dirige o Circuito Vasco Sameiro, aproveitaram a presença de alguns jornalistas para promoverem o Circuito.

Pela voz de Rui Lage (um dos administradores da empresa), foi dado a conhecer que o KIB pretende revitalizar o Circuito e melhorar as condições de trabalho para quem utiliza Braga para os eventos desportivos. Para isso a administração do KIB pensa em renovar edifícios e acessos, tanto para os pilotos e equipas, como para o público, que como ficou provado mais uma vez, acorre em bom número a Braga e até repavimentar o traçado.

Os mesmo dirigentes anunciaram também que o Vasco Sameiro foi visitado por elementos da Federação de Motociclismo e poderá, a médio prazo, receber competições motociclistas.

O KIB está aberto a qualquer pedido para organização de eventos, de todo o tipo, nas instalações do Circuito e quer manter o rápido traçado de Braga no mapa das competições nacionais.

Nós gostamos muito de ir a Braga e este fim de semana não foi diferente. Sabemos, porque já falamos com algumas equipas e pilotos, que o aluguer do espaço para testes fica agora mais dispendioso e pensamos que esse seja uma questão que os dirigentes do KIB têm de trabalhar. Obviamente, que a melhoria das instalações do Circuito é também muito importante, mas o aluguer do traçado para testes privados, track days, etc., é possivelmente, uma das maiores fontes de rendimento, logo terá de ser repensado.

Anúncios

Um pensamento sobre “KIB quer revitalizar o Circuito Vasco Sameiro

  1. Ora bem. Em minha opinião existe um desfasamento total entre a realidade automobilistica do País e a FPAK e FIA. Seria de salutar adaptar as provas á nossa realidade e não á escravidão da FIA, tal como se faz em França, Inglaterra, Republica Dominucana etc.
    Tudo piderá ser comoativel com campeonatos que sigam as regras FIA. É necessário envolver muito mais gente com o serviço aos carros de competição. As equipas de técnicos têm de poder usar mais a sua criatividade em vez de se limitarem a meter gasolina, substituir peças e proceder a alinhamentos.
    Por outro lado os autódromos existentes devem ser rentabilizados com alugueres competitivos e que atraiam a rapaziada. Lembrem-se que 40% de zero é zero enquanto que 15% de algo é algo

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.