Estrada/Ensaio – Pelo Douro Vinhateiro com dois coreanos (Parte 2)

O segundo carro a ser testado e gentilmente cedido pelos Concessionários Irmãos Leite foi a nova geração do KIA CEED. Se ficamos agradávelmente surpreendidos com o i20, o CEED deixou-nos ainda mais satisfeitos. (Se não viram a 1ª parte deste teste, podem ler aqui).

O novo KIA CEED enquadra-se no segmento C, um dos mais concorridos em opções e com elevadas vendas, pois são os mais utilizados como carro familiar, em substituição a outras opções maiores e mais onerosas.

O novo CEED é um boa solução para este segmento se não quisermos ter um VW Golf ou já não confiarmos na marca alemã. Esta nova geração foi completamente revista e surge com aquele “Sex Appeal” que os clientes europeus tanto gostam… nós incluídos!

KIA CEED 1.0 T-GDi TX

Quando olhamos para ele, vemos que a KIA fez um excelente trabalho no design. Tem uma imagem moderna e dinâmica e visto de certos ângulos tem um ar agressivo.

 

O interior acompanha a mesma linha do exterior. Surpreendemo-nos com a qualidade a bordo. Tudo está bem montado e sem folgas,  com materiais mais mole (espécie de pele) em quase todos os sítios onde tocamos. No novo CEED, os plásticos duros estão relegados e bem para o fundo, onde normalmente poucas vezes lá mexemos. Well done KIA!! Existem ainda uns frisos em plástico preto, e outros a imitar o alumínio, à volta dos comandos principais, que realçam ainda mais a qualidade a bordo.

 

 

Apreciamos também o ecrã multimédia de 8″ polegadas. No sítio certo, rápido, preciso, com uma boa imagem e inclui Apple CarPlay e Android Auto. Os bancos são bons (em pele e tecido), mas podiam dar mais apoio lateral. A nível de espaço, este novo KIA CEED iguala os restantes adversários, há espaço suficiente à frente, não nos sentimos apertados, com muitos locais de arrumação espalhados um pouco por todo o lado. Atrás duas pessoas viajam muito bem, já três é talvez um pouco ambicioso demais. A mala é grande (395 a 1291 L), conta ainda com um fundo falso e duas alturas possíveis.

Passando ao motor e à condução, o KIA CEED fica bem servido com este pequeno 3 cilindros turbo. Os 120cv puxam de forma eficaz pelos 1.222 kg de peso. Um motor cada vez mais importante nas vendas, pela preferência do cliente em vez dos tradicionais motores a gasóleo.

 

 

É muito silencioso em andamento e só se nota aquele típico som dos tricilíndricos em rotações muito elevadas. O CEED ganha velocidade bem depressa, acompanhado por uma caixa de velocidade que nos agradou bastante, confortável e curtinha, como se gosta para uma condução mais viva. Nas curvas, o novo CEED não se queixa e deixa qualquer condutor confiante. Podemos puxar bem por ele, que não vamos ter problemas em fazer a curva que se aproxima, seja qual for a velocidade. Só quando passamos para lá do bom senso, é que se nota uma ligeira instabilidade no eixo de trás, mas nada de relevante.

 

 

Apenas notamos que o motor não tem uma resposta tão pronta quando pisamos o acelerador, especialmente a baixas rotações. Não é tão rápido a reagir, o turbo demora um pouquinho mais a encher, mas nada que comprometa as prestações globais do motor. Já os consumos, como falamos de um motor de 3 cilindros, tanto podem ir dos 5 aos quase 8 L/100 km, tudo depende se puxamos muito pelas rotações ou não.

Em jeito de balanço, apreciamos bastante esta nova geração do KIA CEED. Imagem muito cool e desportiva, uma boa construção e bons materiais no interior, um bom chassis com um motor que chega e sobra para as andanças do dia a dia.

A opinião dos “Não-especialistas”:

Eu (Fábio Mendes) e o Pedro gostamos de conduzir um bom carro mas deixamos os pormenores mais técnicos para o Guedes que tratou da proza acima descrita para vossa informação. A partir de aqui segue-se a opinião pouco formada de amantes de carros que se focam mais no feeling do que na técnica da coisa. O CEED foi uma surpresa como tem acontecido com as últimas propostas da marca. O primeiro contacto que tive com a Kia foi quando um colega meu no sexto ano disse que o pai tinha um KIA, para espanto de todos. Ninguém conhecia a marca.

Um KIA?! O que é isso?! Desde então a marca tem crescido com passos seguros e está agora num patamar de qualidade e bom gosto ao nível dos europeus. Este CEED, além de ter boa pinta, tem um interior muito agradável, espaçoso e com materiais de qualidade. Na estrada, a máquina é confortável e absorve bem os solavancos de estradas menos conservadas. O comportamento dinâmico agradou muito e o feeling ao volante foi óptimo. Vem muito bem equipado, e a já característica garantia de 7 anos da marca, que dá confiança. Não estava à espera de gostar tanto do carro mas pareceu uma excelente proposta que teria um preço ainda mais apelativo não fosse a exagreada carga fiscal do nosso país. Mas quem quiser comprar um carro deste segmento terá forçosamente de olhar para este CEED como uma opção séria e muito válida.

Nota 4 / 5 para um carro que cresceu muito bem e especilamente para a marca que continua a dar passos certeiros.

 

 

VEK – Vendas Exclusivas Kia de 18 a 21 Outubro

A Irmãos Leite volta a ter 4 dias em que terá viaturas a preços especiais e exclusivos para os Clientes que comprarem uma viatura no Evento de Vendas Exclusivas KIA com viaturas seminovas e de serviço até 10500€. Uma boa oportunidade para quem está a pensar adquirir uma nova máquina.

Saiba mais:
👉🏻 https://www.irmaosleite.pt/campanhas/VEK—Vendas-Exclusivas-Kia

 

Ficha técnica:

Motor
Tipo 1.0 DOHC CVVT (T-Gdi)
Cilindrada(cm3) / diâm.xcurso: 998 / 71.0 x 84.0
Potência máxima (CV/rpm): 120 / 6000
Binário máximo (Nm/rpm): 172 / 1500 ~ 4000
Transmissão Manual 6MT
Tracção Dianteira

Prestações (segundo dados da marca)
Aceleração dos 0 – 100 km/h: 11,1s
Velocidade máxima km/h: 190
Consumos: Cidade 6,5; Estrada 5; Misto 5,6
Emissões CO2 (g/km): 128

Segurança (de série)
ABS – Anti lock Brake System, Air bag de condutor e passageiro com função desactivação, laterais e de cortina, Alarme, Cintos de segurança da frente com ajuste em altura, Cintos de segurança de 3 pontos c/ pré-tensores e sistema de aviso, Cruise Control, DAA – Sistema alerta de condutor, ESC – Controlo Eletrónico de Estabilidade, Faróis de nevoeiro dianteiros e traseiros, FCA – Alerta colisão frontal – City, HAC – Hill Assist Control, HBA – Faróis máximo automáticos, Imobilizador, Kit mobilidade para pneus, LKA – Assistente de manutenção faixa de rodagem, Travões de Disco 4 rodas.

Conforto (de série)
Ar condicionado automático, Banco condutor e passageiro com ajuste em altura, Banco traseiro rebativel 60/40, Banco do condutor e passageiro com ajuste lombar, Bancos em tecido e pele, Bluetooth hands free, Carregador USB dianteiro + AUX, Coluna de direção de ajuste em altura e telescópia, Computador de bordo, Espelho retrovisor eletrocrómico, Sensores de chuva, Sensores de luz, Sistema de chave inteligente com botão Start, Sistema de navegação c/ ecrã de 8” + Câmara de estacionamento traseira, Vidros elétricos frente/trás.

*este modelo tem como extras o tecto panorâmico e os faróis LED.

P.V.P.: 28.000€

Preço com Campanha de Financiamento: 23.830€

 

Agradecimentos:

Irmãos Leite Concessionários Logo

Ensaio realizado: Pedro Mendes, Fábio Mendes e Fábio Guedes
Texto: Fábio Guedes, Fábio Mendes e Pedro Mendes
Fotos: Chicane Motores

Um pensamento sobre “Estrada/Ensaio – Pelo Douro Vinhateiro com dois coreanos (Parte 2)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.