TCR Portugal – Festa terminou em Portimão

O TCR Portugal teve o seu final este fim de semana em Portimão num traçado espectacular que honra o melhor do nosso automobilismo. Pedro Salvador era o já virtual campeão, precisando apenas de marcar presença nas últimas duas corrida do ano e foi mesmo esse o objectivo do piloto.

Pudemos observar que para Pedro Salvador esta situação de apenas marcar presença não era aquilo que o piloto queria ou gostaria, mas por motivos orçamentais foi o possível.

Para além da consagração de Pedro Salvador, faltava saber a classificação dos restantes pilotos. A luta pelo vice-campeonato ainda estava em aberto, com a dupla Rafael Lobato/Francisco Abreu à frente de Armando Parente e Francisco Carvalho antes de chegar ao Portimão.

As corridas foram muito dificeis para a dupla de jovens pilotos do Peugeot 308 TCR, com falhas de travões recorrentes no carro. No sábado Francisco Abreu perdeu algumas posições e terminou em 3º nos TCR, mas no Domingo, Rafael Lobato quando tinha assegurado o segundo posto na corrida, teve uma saída de pista causada pelos problemas que referimos, colocando o piloto no 4º posto do TCR nas últimas curvas do traçado.

O que a matemática nos diz, já que falta a FPAK homologar os resultados, como Armando Parente venceu as duas corridas do fim de semana, mais as pole position e a volta mais rápida na corrida 2, o piloto do VW Golf GTi tornou-se-à vice-campeão da categoria máxima da velocidade em Portugal. A desilusão da dupla da Sports&You contrastou com o estado de espírito de Parente, que fez uma sensacional ronda fina do campeonato.

Francisco Carvalho também abandonou a corrida 2 e também ficou de fora da luta pelo segundo posto absoluto nos TCR. Já para Manuel Gião a corrida 2 de Portimão foi muito diferente. O piloto do KIA Ceed TCR garantiu o seu primeiro pódio do ano num fim de semana sem problemas de maior no carro, dando boas perspectivas para 2019.

A dupla Telmo Gomes/Gustavo Moura também presente em Portimão, terminou com bons resultados, com um quinto lugar para Moura e um terceiro posto para o estreante Telmo Gomes.

O TCR Portugal vai com certeza ser alterado para 2019 e disso daremos conta mais à frente, mas podemos afirmar que de falta de qualidade não nos podemos queixar. Pilotos aguerridos, traçados magníficos e máquinas do melhor que existe. Outros problemas “tramam” os pilotos e fãs, mas numa altura de festa como devia ser esta, o final do campeonato, não queremos recordar-nos.

A época 2018 terminou, mas já pensamos em 2019!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.