Estrada – McLaren Speedtail: rumo aos 403 km/h

Há mais ou menos 25 anos atrás, a McLaren criou o F1, o seu primeiro superdesportivo capaz de atingir velocidades máximas de 386,7 km/h com o seu motor V12 de 6.1L de cilindrada que debitava 636 cv. Bateu o recorde de velocidade por duas vezes e durante muito tempo foi o carro de estrada mais rápido do mundo. Um carro incrível para o ano em que foi lançado.

Mas entretanto, os anos foram passando, a tecnologia foi evoluindo e os supercarros, começaram a vir de todos os lados e de quase todas as marcas, como algo mundano. Quase todas as semanas nasce um super ou hipercarro. Só que agora, a marca de Woking quer voltar a ter uma palavra neste capítulo da velocidade, e por isso criou o Speedtail.

E que máquina, meus senhores e minhas senhoras!! Parece um carro saído de um filme de ficção científica, de um planeta longínquo. A sua imagem é daquelas que, ou se ama ou se odeia, mas a sua forma teve que ser assim, para se poder atingir a velocidade máxima de 403 km/h. Ou seja, passa a ser o McLaren mais rápido de sempre.

A carroçaria é larga, longa, baixa e com uma enorme “cauda”. Toda ela é feita em fibra de carbono. E graças ao uso da fibra de carbono flexível, o Speedtail utiliza ailerons retráteis, quase invisíveis, para se manter estável a altas velocidades, sem precisar de grandes asas fixas. Até os espelhos retrovisores foram substituídos por câmaras. E quando selecionamos o modo Velocity, essas mesmas câmaras escondem-se nas portas e a suspensão baixa 35 mm, para se poder atingir a velocidade máxima de forma ainda mais rápida.

Por dentro, o Speedtail volta a lembrar o antigo F1, pois alberga 3 passageiros, com o lugar do condutor a estar numa posição central. Logo por trás do volante, existem 3 ecrãs táteis, com toda a informação necessária para comandar esta “nave especial” quando voa baixinho.

Agora passando ao motor e como estamos em 2018, época das soluções “verdes”, este McLaren usa uma solução híbrida para se mover. Ao todo, o motor a combustão e o sistema híbrido, perfazem uma potência total de 1.050 cv. Que catapultam o Speedtail dos 0-300 km/h em apenas 12,8s!! Mas, a marca não revela, qual é o motor que usa no seu Speedtail, nem se o sistema híbrido é o mesmo do P1. Segredos!!

Ora, este novo hipercarro da McLaren, capaz de quebrar a barreira dos 400 km/h, será produzido numa edição limitada a apenas 106 unidades, e todas elas já têm dono. As primeiras unidades começam a ser entregues no início de 2020. Quanto ao preço, pois bem, cada Speedtail custará a módica quantia de 2 milhões de euros, e esse preço não inclui os impostos, as taxas e os extras. Porque, se o dinheiro não for problema, até podemos banhar o símbolo da McLaren a ouro de 18 quilates!!

Fotos: NetCarShow.com

Anúncios

Um pensamento sobre “Estrada – McLaren Speedtail: rumo aos 403 km/h

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.