Félix da Costa: “A ambição é alta mas temos de ir com moderação para Riade”

A 5ª temporada da FIA Formula E arranca este fim-de-semana, em Riade (Arabia Saudita). Depois de quatro épocas marcadas pelo sucesso, onde os valores da sustentabilidade e mobilidade elevaram a categoria para níveis de interesse muito altos, chegou a hora da Formula E entrar na nova época, com o piloto Português António Félix da Costa apostado em finalmente lutar pelos lugares cimeiros, ele que representa oficialmente a equipa da BMW.
Várias são as novidades da nova temporada, com o maior destaque a ir naturalmente para o facto dos pilotos já não terem de mudar de carro a meio da prova, com a evolução e desenvolvimento das novas baterias a permitir os pilotos efetuarem toda a corrida com o mesmo carro, um salto enorme no conceito do campeonato, que mostra a rapidez com que a categoria tem crescido tecnologicamente. Com esta evolução alguns dos mais importantes construtores automóveis aproveitaram para entrar oficialmente na Formula E. Teremos a presença oficial da BMW, Nissan, Audi, Jaguar, DS-Citroen, Mahindra, NIO, com a Mercedes e a Porsche já a marcarem presença de uma forma “camuflada”. Todas apostam e veem na Fórmula E uma excelente ferramenta de desenvolvimento e divulgação dos seus valores e da locomoção elétrica.
Para o piloto luso António Félix da Costa poderá considerar-se que tem a sua grande oportunidade de mostrar o seu valor. Depois de quatro temporadas com meios inferiores às equipas mais fortes, finalmente deu-se a entrada oficial da BMW e os testes de pré temporada foram promissores, com AFC a revelar-se o mais rápido em Valência. No entanto, apesar de reconhecer enormes melhorias no seu carro, o Português mantem alguma moderação nas expectativas:
“sem dúvida que demos um bom salto competitivo, não só pelos resultados dos testes de Valência, mas com a entrada oficial da BMW o desenvolvimento do nosso carro foi muito mais eficaz e a mentalidade obrigatoriamente mudou, agora representamos uma das marcas mais prestigiantes do mundo. A ambição é alta mas temos de ir com moderação para Riade, fazer o nosso trabalho, sem erros e depois veremos onde de facto estamos face à concorrência. Estou ansioso pelo fim-de-semana, sei que temos boas hipóteses, mas também sei que o nível das equipas e de pilotos é elevadíssimo na Formula E, portanto a palavra de ordem é uma: trabalho!”, referiu o piloto de 27 anos, que terá ao seu lado como companheiro de equipa, o Inglês Alexander Sims, também piloto oficial da BMW.
Além das novidades já referidas, outras alterações surgem nesta nova era da Formula E, com os carros bastante mais rápidos e evoluídos aerodinamicamente, como também o “Fanboost”, que pasosu a premiar não três mas os cinco pilotos mais votados pelo público a terem momentaneamente um suplemento de potência. Por último o “Attack Mode”, em que os pilotos terão zonas especificas onde podem sair da linha ideal de trajetória e passar por cima de três “pick up points”, dispondo na reta seguinte de mais potência durante alguns instantes. Com todas estas alterações e com a duração da corrida de 45 minutos mais uma volta, a tática e estratégia dos pilotos e equipas terá sem dúvida um fator decisivo no final.

 

Espera-se assim um grande inicio de temporada em Riade, este fim-de-semana, com a Arabia Saudita a dar o pontapé de saída para uma época que se espera de afirmação total da categoria, que se tornou no último ano a 2ª mais vista e mediática do mundo em termos de desporto automóvel, suplantando o Moto GP, DTM, Mundial de Turismos, apenas ficando atrás da Fórmula 1, por agora.
Na grelha de partida, constam como favoritos o Brasileiro Lucas di Grassi (Audi), Sebastien Buemi (Nissan), o atual Campeão Jean Eric Vergne (DS), além do recém chegado da Fórmula 1 Stoffel Vandoorne (HWA) e ainda o carismático piloto Brasileiro Felipe Massa, ao serviço da Venturi.
O programa da Fórmula E tem lugar apenas no dia de Sábado, com duas sessões de treinos livres, seguida da qualificação que determinará a grelha de partida. A corrida, como já referido terá a duração de 45 minutos + 1 volta e terá transmissão televisiva em direto no canal Eurosport, a partir das 11:45 de Sábado, com comentários a cargo de João Carlos Costa e Duarte Félix da Costa.
Press Info
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.