F1 – Dia positivo para a Mercedes

Para já, é a Mercedes que está em alta em Melbourne. Nas duas primeiras sessões de treinos livres, tanto Lewis Hamilton como Valtteri Bottas rodaram sem comprometer e sem problemas nos dois monolugares, com a equipa a analisar o set up para corrida e qualificação e optimistas com o que apuraram para já.

Vejam aqui os melhores momentos dos treinos livres.

Lewis Hamilton foi os mais rápido nas duas sessões de treinos livres, batendo Sebastian Vettel no FP1 por apenas 0.038s e o seu colega de equipa no FP2, com uma vantagem de 0.048s. O britânico estava contente com o desempenho da equipa no final dos dois primeiros treinos, mas com alguma cautela com que a Ferrari e Red Bull possam fazer daqui para a frente.

“O carro parece estar parecido como estava em Barcelona, o que é positivo para uma pista diferente. Seguimos à risca o nosso programa e sem problemas, por isso estamos no caminho certo. Há muitas coisas que podemos melhorar, mas não foi um mau começo. O que temos que fazer agora é realmente estudar e analisar tudo, como sempre fazemos à sexta-feira à noite”, afirmou Hamilton após o final.

Para Bottas, o dia foi muito bom, afirmando até que se tinha divertido. Agrada-nos esta nova atitude de Valtteri Bottas e parece-nos que pode vir a ser um dos principais concorrentes à disputa do Mundial.

“Senti o carro melhor do que nos testes. Não trouxemos muitas peças novas para o carro, mas conseguimos optimizar o pacote que temos. Foi um dia sólido para o primeiro dia dentro do “escritório”, mas os tempos não são importantes na sexta-feira. Não vimos o desempenho total de nenhuma das outras equipas. Temos uma ideia de quanto podemos melhorar para a qualificação, mas não temos ideia do quanto as outras equipas ainda podem fazer. Será interessante ver o que vai acontecer na primeira sessão mais competitiva de amanhã”. 

Em relação ao carro, James Allison recordou que era ainda muito cedo para se ficar com a ideia que vai ser um passeio pelo parque para a Mercedes, mas os dois pilotos rodaram com os dois compostos de pneus e o carro deu-se bem com ambos, tendo havido uma normal degradação com os dois compostos, algo muito positivo para levar para amanhã.

Uma análise feita pela própria F1, mostra-nos que os dados dos dois treinos livres comprovam um ritmo de corrida impressionante da Mercedes, com a Ferrari a perder mais de 1s por volta. Apenas a Alfa Romeo fica a menos de 1s da Mercedes. Esta análise vai contra o que Christian Horner da Red Bull disse em relação aos germânicos, isto é, que o ritmo da Mercedes em volta rápida é “impressionante”, mas que o carro parece “duro e dificil de conduzir” e que em corrida pode o ritmo ser diferente.

 

Piloto

FP1

FP2

Lewis Hamilton 1:23.599s P1 Médios
Macios
1:22.600s P1 Médios
Macios
Valtteri Bottas 1:23.866s P5 Médios
Macios
1:22.648s P2 Médios
Macios

 

Veremos o que acontece amanhã, pelas 3h no terceiro e último treino livre e mais tarde, às 6h na qualificação para o GP da Austrália.

 

Anúncios

Um pensamento sobre “F1 – Dia positivo para a Mercedes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.