WRC – Thierry Neuville vai na frente para o último dia na Córsega

O dia começou com Elfyn Evans em Ford na liderança do Rali da Córsega com uma vantagem de 4.5s sobre Ott Tänak em Toyota. O piloto do Yaris WRC entrou muito forte e venceu a SS7. Já Sébastien Ogier continuava muito atrasado e apesar de estar a dar tudo o que era possível, a Citroën não tinha a afinação certa para o C3 WRC.

Na SS8 a vitória voltou a sorrir para Ott Tänak com o Toyota e com apenas o quinto lugar de Evans a desvantagem estava cada mais curta. Thierry Neuville em Hyundai era o terceiro mais rápido mas queixava-se que o seu i20 WRC estava muito solto de frente. Já Sébastien Ogier continuava a não acertar com o Citroën e perdeu demasiado tempo com um pião.

Com a chegada da SS9 previa-se algumas mudanças pois era uma etapa com 47.18 km de distância. Aqui o mais rápido foi Dani Sordo em Hyundai seguido de Tänak e Ogier. Assim a liderança do rali mudou de mãos e passou a ser Tänak na frente com uma vantagem de 2.3s sobre Elfyn Evans. Já Sébastien Loeb continuava longe e sem brilho depois de mais um pião aonde perdeu 40.7s. Já Esapekka Lappi continuava lento e zangado por não conseguir pôr o Citroën com a afinação necessária.

Passando à SS10 a diferença de Elfyn Evans para Ott Tänak desceu para 1.6s. A etapa foi ganha por Kris Meeke em Toyota, seguido de Evans e de Thierry Neuville em Hyundai. A luta na frente seguia bem viva e renhida.

Já a SS11 não correu bem a Ott Tänak que furou um pneu do Yaris WRC e assim perdeu muito tempo e a liderança do Rali da Córsega. De uma vantagem de 1.6s para Elfyn Evans, Tänak ficou com uma desvantagem de quase 2 minutos. Nesta etapa o mais rápido foi Thierry Neuville em Hyundai seguido de Kris Meeke em Toyota e de Teemu Suninen em Ford.

Na SS12, a última etapa do dia, houve mais uma mudança de líder. Pois Elfyn Evans em Ford deixou-se dormir na parada e viu Thierry Neuville em Hyundai recuperar 16s. Assim o piloto belga passou a liderar com uma vantagem de 4.5s sobre o piloto da M-Sport. Teemu Suninen teve vários problemas com o seu Fiesta WRC, Esapekka Lappi em Citroën continuava zangadíssimo com o seu C3 pois ritmo e velocidade era algo impossível de acontecer e Jari-Matti Latvala perdeu quase 2 minutos a mudar um pneu.

Assim para o dia final do Rali da Córsega, o líder é Thierry Neuville em Hyundai com uma vantagem de 4.5s sobre Elfyn Evans em Ford e de 44.8s sobre Sébastien Ogier em Citroën. Faltam apenas duas etapas para definir o vencedor.

Já no WRC2 foi um dia de muitos acontecimentos. A liderança da categoria passou para Fabio Andolfi em Skoda Fabia R5, seguido de Nikolay Gryazin em Skoda Fabia R5 e de Ole Christian Veiby em VW Polo R5. Yoann Bonato desistiu depois do seu Citroën C3 R5 se ter recusado a trabalhar. Já Éric Camilli em VW Polo R5 perdeu demasiado tempo com um furo para mais tarde ver o seu carro pegar fogo e arder até ao fim.

Já na classe WRC2 Pro, os dois únicos inscritos tiveram  muito  azar. Kale Rovanperä em Skoda Fabia R5 desistiu, depois de perder o controlo numa curva, colidir com uma pedra e danificar a roll cage. Já Lukasz Pieniazek depois de destruir um pneu, bateu numa parede e danificou o Fiesta R5. Apesar dos danos, o piloto espera que seja possível voltar para as últimas etapas.

📸 At World /A.Lavadinho/A.Vialatte/C.Lopez/G.Makai/R.Oliveira

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.