Henrique Chaves: “Foi um bom início!”

Henrique Chaves deu início à sua carreira nos GT de uma excelente forma, conquistando um pódio na sua primeira corrida no International GT Open, que se realizou hoje no Circuit de Paul Ricard, França.

O jovem de Torres Vedras tinha boas perspectivas para a prova desta tarde, depois de Martin Kodric, o seu colega de equipa, ter assegurado o terceiro crono na qualificação matinal, apesar de uns treinos-livres de sexta-feira difíceis, devido a questões técnicas no carro número cinquenta e nove.

O piloto do programa de apoio a jovens da McLaren arrancou bem, envolvendo-se na luta pelos lugares do pódio, acabando por entregar a máquina da Teo Martín Motorsport a Henrique Chaves no quarto posto.

Sem que rodasse aos comandos do McLaren 720S GT3 desde quinta-feira, dia em que se realizou uma sessão de testes oficiais, o piloto de vinte e dois anos teve algum cuidado nas primeiras voltas depois da troca de pilotos, mas assim que assimilou o comportamento da máquina inglesa, lançou-se ao ataque.

No quarto posto, Henrique Chaves passou a imprimir um ritmo fortíssimo, colando-se ao terceiro classificado. Quando este se envolveu na luta pelo segundo lugar, o português aproveitou para ascender ao terceiro posto, evidenciando sentido de oportunidade.

Apesar de ter acesso a um lugar do pódio, o piloto de Torres Vedras não se acantonou, mantendo um ritmo fortíssimo, que lhe permitiu colocar sob pressão o segundo classificado. Determinado em ganhar uma posição, Henrique Chaves assinou uma ultrapassagem magnífica, ascendendo à vice-liderança.

A cerca de dois segundos do comandante, o jovem da Teo Martín Motorsport ainda recuperou a sua desvantagem, pressionando o líder, mas este defendeu-se bem, mantendo o primeiro lugar. No final dos setenta minutos de corrida, Henrique Chaves via a bandeirada de xadrez no segundo posto a meio segundo do vencedor. “Foi um bom início! O Martin fez um trabalho fantástico na qualificação e realizou um turno muito bom, entregando-me o carro em bom estado e numa boa classificação. Nas minhas primeiras voltas fui muito cuidadoso, mas quando percebi o comportamento do McLaren 720S, passei a atacar e estava com um bom ritmo. Aproveitei bem as oportunidades e fiz boas ultrapassagens, o que foi importante. Foi pena não ter conseguido passar o primeiro, mas o segundo posto é um excelente resultado para a minha estreia no International GT Open”, apontou o piloto de Torres Vedras.

Amanhã realiza-se a segunda corrida do programa de Paul Ricard. Henrique Chaves realizará a qualificação matinal e efectuará o primeiro turno da prova de sessenta minutos, esperando uma tarefa mais difícil devido ao bom resultado de hoje. “O segundo lugar deste sábado garante-nos mais dez segundos de handicap (n.d.r.: na paragem nas boxes) que não serão fáceis de recuperar em pista. Vou trabalhar para assegurar um bom lugar na grelha de partida de modo a facilitar a nossa tarefa na corrida. Vamos lutar e dar o nosso melhor por conquistar mais um bom resultado”, concluiu o jovem de vinte e dois anos.

A prova de sessenta minutos terá o seu início às 14h00 e poderá ser seguida em directo no canal de Youtube do International GT Open.

Press Info

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.