Henrique Chaves: “Foi um bom início!”

Henrique Chaves deu início à sua carreira nos GT de uma excelente forma, conquistando um pódio na sua primeira corrida no International GT Open, que se realizou hoje no Circuit de Paul Ricard, França.

O jovem de Torres Vedras tinha boas perspectivas para a prova desta tarde, depois de Martin Kodric, o seu colega de equipa, ter assegurado o terceiro crono na qualificação matinal, apesar de uns treinos-livres de sexta-feira difíceis, devido a questões técnicas no carro número cinquenta e nove.

O piloto do programa de apoio a jovens da McLaren arrancou bem, envolvendo-se na luta pelos lugares do pódio, acabando por entregar a máquina da Teo Martín Motorsport a Henrique Chaves no quarto posto.

Sem que rodasse aos comandos do McLaren 720S GT3 desde quinta-feira, dia em que se realizou uma sessão de testes oficiais, o piloto de vinte e dois anos teve algum cuidado nas primeiras voltas depois da troca de pilotos, mas assim que assimilou o comportamento da máquina inglesa, lançou-se ao ataque.

No quarto posto, Henrique Chaves passou a imprimir um ritmo fortíssimo, colando-se ao terceiro classificado. Quando este se envolveu na luta pelo segundo lugar, o português aproveitou para ascender ao terceiro posto, evidenciando sentido de oportunidade.

Apesar de ter acesso a um lugar do pódio, o piloto de Torres Vedras não se acantonou, mantendo um ritmo fortíssimo, que lhe permitiu colocar sob pressão o segundo classificado. Determinado em ganhar uma posição, Henrique Chaves assinou uma ultrapassagem magnífica, ascendendo à vice-liderança.

A cerca de dois segundos do comandante, o jovem da Teo Martín Motorsport ainda recuperou a sua desvantagem, pressionando o líder, mas este defendeu-se bem, mantendo o primeiro lugar. No final dos setenta minutos de corrida, Henrique Chaves via a bandeirada de xadrez no segundo posto a meio segundo do vencedor. “Foi um bom início! O Martin fez um trabalho fantástico na qualificação e realizou um turno muito bom, entregando-me o carro em bom estado e numa boa classificação. Nas minhas primeiras voltas fui muito cuidadoso, mas quando percebi o comportamento do McLaren 720S, passei a atacar e estava com um bom ritmo. Aproveitei bem as oportunidades e fiz boas ultrapassagens, o que foi importante. Foi pena não ter conseguido passar o primeiro, mas o segundo posto é um excelente resultado para a minha estreia no International GT Open”, apontou o piloto de Torres Vedras.

Amanhã realiza-se a segunda corrida do programa de Paul Ricard. Henrique Chaves realizará a qualificação matinal e efectuará o primeiro turno da prova de sessenta minutos, esperando uma tarefa mais difícil devido ao bom resultado de hoje. “O segundo lugar deste sábado garante-nos mais dez segundos de handicap (n.d.r.: na paragem nas boxes) que não serão fáceis de recuperar em pista. Vou trabalhar para assegurar um bom lugar na grelha de partida de modo a facilitar a nossa tarefa na corrida. Vamos lutar e dar o nosso melhor por conquistar mais um bom resultado”, concluiu o jovem de vinte e dois anos.

A prova de sessenta minutos terá o seu início às 14h00 e poderá ser seguida em directo no canal de Youtube do International GT Open.

Press Info

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.