Estrada – Adeus à tração traseira!! O novo Série 1 está a chegar

A BMW não esteve com meias medidas e nesta terceira geração do Série 1 houve mudanças muito drásticas, que já se estão a fazer ouvir no universo dos fãs da marca bávara. Além de ter perdido a tração traseira, o desenho do exterior deixou de ter aquele ar mais desportivo e passou a ter, a meu ver, um ar bem mais modesto, de um carro mais familiar, algo com poucos “condimentos” e muito redondo.

A nova geração do BMW Série 1 assenta na evoluída plataforma FAAR, o que lhe modificou totalmente o seu design exterior. Já não há capot longo ou o habitáculo numa posição mais recuada. O novo Série 1 está agora mais curto 5 mm, mais alto 13 mm, mais largo 34 mm e a distância entre eixos também encurtou 20 mm.

Mas se ao utilizar esta nova plataforma o Série 1 ficou “esquisito” nas fotos, já por dentro a história é outra. O espaço a bordo ficou muito mais desafogado. Há agora mais 19 mm de espaço em altura e mais 33 mm de espaço para as pernas nos bancos de trás. Também a capacidade da mala subiu 20l para um total de 380l.

Lá dentro, temos um habitáculo muito parecido ao do novo Série 3. Contamos com dois ecrãs com 10,25″ de tamanho tanto para o painel de instrumentos como para o sistema multimédia. Já em opção podemos escolher um head-up display com 9,2″ de tamanho, um teto panorâmico elétrico ou ainda um carregador de smartphones sem fios.

A nível de sistemas de segurança, o novo Série 1 recebe toda a tecnologia já disponível nos membros mais velhos da família. Podemos melhorar o curvar com a escolha da suspensão M Sport com menos 10 mm ou ainda optar pela suspensão adaptativa com dois modos.

Esta nova geração do BMW Série 1 vai ter quatro níveis de equipamento. A gama começa no nível Advantage (base), depois segue-se o nível Luxury Line (luxo e conforto), depois o Sport Line (desportivo) e por fim o M Sport (mais desportivo com acessórios da M).

O Série 1 chega ao mercado com três motores a diesel e dois a gasolina. Nos diesel temos o 116d (3 cil. 1.5l 116 cv e 270 Nm), o 118d (4 cil. 2.0l 150 cv e 350 Nm) e o 120d XDrive (4 cil. 2.0l 190 cv e 400 Nm, com tração integral). Já a gasolina temos o 118i (3 cil. 1.5l 140 cv e 220 Nm) e o M135i XDrive (4 cil. 2.0l 306 cv e 450 Nm, com tração integral).

A BMW anuncia uns consumos entre os 3,8 e 4,2 l/100 km para o 116d e de 4,5 a 4,7 l/100 km para o 120 XDrive. Já o consumo anunciado para o 118i é de 5,0 a 5,7 l/100 km e de 6,8 a 7,1 l/100 km para o M135i XDrive.

Esta nova geração do BMW Série 1 apenas vai estar disponível com carroçaria de cinco portas. O 118i, o 116d e o 118d trazem de série uma caixa manual de 6 velocidades mas o 118i e o 118d podem ser equipados com uma caixa automática Steptronic de 7 velocidades. O 118d pode também ser equipado com a caixa automática Steptronic de 8 velocidades que equipa de série o 120d XDrive.

Já o M135i XDrive conta com a caixa automática Steptronic Sport de 8 velocidades, juntamente com um diferencial Torsen de série para fazer os 0-100 km/h em apenas 4,8s ou em 4,7s quando equipado com o opcional M Performance Pack. A BMW tem o lançamento a nível mundial previsto para 28 de setembro.

Para terminar deixo-vos com algo para pensar. Será que a BMW arruinou o seu bebé?! Uma das jóias da coroa com mais de 1.3 milhões de unidades vendidas?! Será que o novo Série 1 deixou de ser aquele carro que cativou tanta gente pelo o seu feeling de condução?! Vamos esperar para ver!!

📸 NetCarShow.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.