Augusto Farfus: “uma das mais difíceis pistas citadinas”

O estreante no WTCR e no Circuito Internacional de Vila Real, o experiente piloto brasileiro Augusto Farfus conseguiu um excelente terceiro posto na corrida 1 do fim de semana. O seu segundo pódio esta época num dos citadinos da competição, um tipo de pista onde Farfus se costuma dar muito bem e basta lembrar a Taça do Mundo FIA de GT em Macau de 2018.

Augusto Farfus tinha colocado a fasquia alta numa conversa connosco na quinta feira, quando nos disse que se foi a Macau e venceu na primeira vez, em Vila Real isso poderia também acontecer. Para já ainda não, mas o fim de semana ainda não terminou.

No entanto, no pós pódio da corrida 1, Farfus já nos dizia que o Circuito Internacional de Vila Real “não é uma pista fácil, é uma das pistas citadinas mais difícil que competi, principalmente a parte da descida [de Mateus]. É muito técnica e não permite nenhum erro.”

Por ter sido um desafio para o piloto e por este ser também o primeiro ano com um TCR, Farfus ficou “muito contente pelo pódio, numa temporada em progressão. Começamos o ano a conhecer os carros e a equipa, por isso este segundo pódio significa que estamos no caminho certo.”

No decorrer das primeiras voltas da corrida, ficou no ar um trabalho de team player de Farfus, a servir de tampão dos também rápidos Yann Ehrlacher e Rob Huff, para não importunarem o líder Norbert Michelisz. Isso foi confirmado pelo brasileiro, já que foi uma estratégia delineada antes da prova para dar a Norbi alguma manobra.

Augusto Farfus é também um piloto experiente, tendo feito parte da equipa da BMW no WEC, trabalhando com António Félix da Costa. Quisemos saber a opinião dele em relação a um possível regresso de uma competição exclusivamente de GT3 a Vila Real, algo que muito se pede nas redes sociais. “Acho que um GT3 seria muito, muito, muito rápido. Seria sem sombra de dúvida, incrível, mas estas máquinas são muito potentes. Se com os nossos carros já chegamos ao fim da descida a uma velocidade elevada, com um GT3 seria ainda mais elevada. Seria complicado, pior se estivessem 15 ou 20 carros em pista, mas seria uma emoção única (risos).”

Veremos como corre o fim de semana ao brasileiro que é sem dúvida um dos pilotos mais competentes e mais simpáticos de uma grelha recheada.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.