Estrada – O novo Corvette Stingray passa a ser “Mid-Engine”

Com mais de 60 anos de história no seu currículo, o Corvette Stingray vê o seu famoso motor V8 a gasolina passar da frente para trás, em posição central, nesta sua oitava geração. Assim a Corvette transformou por completo a imagem do seu mais que tudo. Deixa de ser um carro com um capot longo e uma traseira muito curta, para ter um design mais parecido com alguns desportivos deste lado de cá do Atlântico, como é o casso do Audi R8, do Ferrari 488 ou até mesmo do McLaren GT. Aos meus olhos, este novo Corvette C8, visto de certos pontos, parece quase uma “cópia” mais fraquinha do novo McLaren GT.

Assim o novo Stingray cresceu para todos os lados. Ficou mais largo 56 mm (1,93 m), mais comprido 137 mm (4,63 m), mais pesado 166 kg (1.527 kg), a distância entre eixos aumentou para os 2,72 m e a apenas a altura ao solo baixou para 1,23 m.

Já o motor apesar de ter mudado de sítio, não abandonou as suas raízes, sendo na mesma um grande bloco V8 atmosférico. Este LT2 com 6.2l de cilindrada debita uma potência de 502 cv e de 637 Nm de binário às rodas traseiras. Assim a Corvette garante uma aceleração dos 0-100 km/h em menos de 3s. Como estava numa de mudanças, a marca americana acabou também com a caixa manual, dotando este novo C8 com apenas uma caixa automática de dupla embraiagem com 8 velocidades e com patilhas no volante.

Passando para o interior, temos um habitáculo totalmente novo, muito século XXI, com um grande painel de instrumentos 100% digital e ainda um enorme ecrã, ao centro e virado para o condutor, do sistema multimédia. A parte que mais me incomoda é o enorme “tamanco” que é a parte central que separa os dois lugares, com uma carrada de botões em fila indiana por ali abaixo. Parece quase um muro que separa as duas partes (os muros andam muito na ideia dos americanos ultimamente!). Se quiserem passar a vossa mão marota por cima daquilo é preciso esticar bem o braço!

Esta nova geração irá ter uma versão roadster, entretanto já apresentada. Haverá ainda versões mais potentes, bem ao estilo americano e ainda será desta base, que a Corvette vai fazer a nova versão de competição. Como sabemos a Corvette não vende diretamente no nosso país. Se quiserem um vão ter que importá-lo. Há várias empresas no nosso país que fazem isso muito bem. Quanto a preços referir só que nos “states” este novo Stingray custa a módica quantia de 60 mil dólares, cerca de 53 mil euros. Dá que pensar!

Fotos: NetCarShow.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.